Verbos muito irregulares…

Millor Fernandes - verbo, irregulares

Millor Fernandes - verbo, irregularesUm dos escritores brasileiros que – com certeza – influenciou minha maneira de escrever, é Millor Fernandes. Eu lia e relia alguns tópicos dos seus livros, só para rir de novo. E também ficar impressionado com a inteligência do homem.

Uma das brincadeiras de Millor era com a conjugação de verbos. Millor publicou alguns dos “verbos altamente irregulares”, no livro “Trinta anos de mim mesmo“. Vamos ver algumas destas “conjugações”:

 

Verbos Altamente irregulares

Eu jogo dinheiro pela janela – Tú tens conta no banco – Ele empresta a juros (Millor)

Eu sou um escritor imaginoso – Tú tens vocação jornalística – Ele é um plagiário

Eu sou bela – Tú não és má de todo – Ela é irmã do corcunda de Notre Dame

Eu dirijo bem – Tú és cauteloso – Ele é um barbeiro (Millor)

Eu nado – Tú mergulhas – Ele se afoga (MIllor)

Eu enfrento as situações – Tú tergiversas – Ele é um covarde (Millor)

E por que não? Vou sair-me com as minhas. E você pode complementar aí embaixo nos comentários.

Eu brilho – Tú tens uma certa luz – Ele é um João ninguém

Eu medito – Tú pensas – Ele é um acéfalo

Eu pago à vista – Tú financias – Ele está devendo até as cuecas

Eu acerto – Tú às vezes pisas na bola – Ele só faz m…

Eu discuto – Tú brigas – Ele é um ignorante

É uma simples brincadeira, mas até vale como exercício para quem quer escrever, não é verdade. Há quanto tempo eu não conjugava um verbo… Muito menos destes aí, muito irregulares.

About the Author brunogrunig